autor Maio 8, 2018

Os milhões na conta de Santos Silva serviram para Sócrates e para os seus amigos. Nomeadamente, o antigo ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, o número dois do ex-primeiro-ministro.

As transações entre o amigo Carlos Santos Silva e o ex-governante, José Sócrates são bastante complexas.

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) acredita que, além das contas da Suíça e dos 2,8 milhões de euros que serviram para comprar o apartamento de luxo em Paris a Sócrates, também outras pessoas foram ‘sustentadas’ pelo empresário Santos Silva.

Em causa está o número dois no Governo de Sócrates. O ex-ministro da Presidência Pedro Silva Pereira, segundo apurou o semanário SOL.

Carlos Santos Silva financiava então não só o arrendamento de uma casa em Paris para o filho de Sócrates como também outro apartamento para o filho de Pedro Silva Pereira. Ou seja, também o antigo ministro terá então recebido ajudas por parte do amigo de Sócrates.

Sabe ainda o SOL, que há registos de que as contas de Santos Silva serviram para José Sócrates comprar telemóveis que ofereceu como prendas de Natal e ainda para pagar tratamento dentários a familiares.

Fonte: Noticias ao Minuto

Comentários

comentários