autor Março 7, 2018

Um vídeo de 2014 recuperou atualidade na semana passada, nas redes sociais, depois de se saber que Pedro Passos Coelho iria dar aulas na universidade. Trata-se de uma intervenção da historiadora Raquel Varela, na RTP, onde traça o perfil de “um homem sem qualidades”, que se licenciou “mediocremente aos 37 anos de idade”. Veja o vídeo.

 


O regresso de Pedro Passos Coelho à vida académica – o ex-primeiro-ministro vai dar aulas de Administração Pública no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas – foi um dos assuntos que geraram mais trocas de ideias, na semana passada, nas redes sociais.

O tema suscitou surpresa e gerou piadas, em crescendo, na semana em que Passos Coelho se despediu do Parlamento, onde exercia o cargo de deputado.

O facto de Passos se tornar professor gerou um fenómeno muito comum nas redes sociais: o regresso para a ribalta de registos já ‘arquivados’.

Um desses registos foi uma intervenção da historiadora Raquel Varela, no programa da RTP ‘Auto do Inferno’, apresentado por Nilton.

Inspirada no romance de Robert Musil, que se chama precisamente ‘O Homem Sem Qualidades”, a historiadora escolhe o então primeiro-ministro como figura do ano.

“Escolhi Passos Coelho, porque penso que temos aqui o homem sem qualidades, que tem um currículo feito única e exclusivamente com uma forma de alpinismo social nas juventudes partidárias e no partido”, disse.

“Ele, aos 37 anos, tem uma licenciatura num curso na Universidade Lusíada. É um currículo que envergonha alguém para sair de casa, quanto mais para ser primeiro-ministro. Não estou a falar de currículo académico, estou a falar de um percurso numa estrutura de poder”, acrescenta.

“Passos conseguiu fazer tudo o que se tinha proposto fazer. E nós passámos de dois milhões de pobres para três milhões, de 700 mil desempregados para 1,4 milhões, o número de esgotamentos duplicou, e nós vivemos neste país que, nos últimos dois anos, criou 28 por cento dos seus milionários”

“Este ano [2014], com Passos Coelho, o homem sem qualidades, temos mais 10 700 milionários do que no ano anterior”, conclui.

“Isto tudo é feito por um homem que se licenciou mediocremente aos 37 anos de idade”.

Vejas o vídeo:

Fonte: PTJornal

Comentários

comentários